Bendita Marvada

Novembro 2016

A Cachaça Tem Sabor

4,5 319 x
Nesse episódio, Bendita Marvada mostra que, no avanço da cultura cachaceira, as pingas de todo o país ganharam novos sabores e comprova que a cachaça tem assinatura e sabor bem brasileiros.

Na Boca Do Povo

4,7 102 x
A cachaça já entrou na cozinha dos grandes chefs brasileiros. Harmonização, uso no preparo de pratos imponentes e o prazer de beber. Arthur mostra que a Bendita Marvada já está na alta gastronomia.

Do Fundo Do Poço Ao Topo

3,0 86 x
Nesse episódio Arthur mostra como muitas cachaças passaram do artesanal para o mundo tecnológico, não apenas na produção, mas também nas mídias e diferentes formas de abordagem do mercado.
Outubro 2016

Água Que Arde

2,0 123 x
Aguardente é quente. Arde, tempera e chacoalha. Bendita Marvada vai mostrar que a cachaça já está na noite brasileira. Afinal, a pinga é jovem, estilosa e está nos lugares mais descolados do país.

Música Cachaceira

3,0 107 x
Do brega, passando pelo forró, sertanejo e chegando até na bossa nova, a cachaça também foi representada pela música. Bendita Marvada vai mostrar o lado musical da bebida.

Em Direção À Elite

4,0 88 x
Bendita Marvada mostra a transformação da vida social da cachaça. Se um dia a bebida foi rechaçada, hoje representa muito bem a alta sociedade.

O Malandro Mudou

3,0 115 x
Arthur vai mostrar que o malandro foi a alma da cachaça por muito tempo, mas... ele não é mais o mesmo. Agora, é a boemia que cumpre esse papel e os boêmios estão nas ruas e bares de todo Brasil.

Cultivada Para Dourar

3,0 103 x
Um episódio dedicado ao lugar onde a cachaça é mais produzida no país: Minas Gerais. O “jeitin minerin” da aguardente mineira traz diferenças históricas e no feitio, com o uso de diferentes madeiras.
Setembro 2016

I Love Cachaça

2,7 134 x
Para se fazer a Bendita Marvada é preciso dedicação e muito trabalho. Por isso, Arthur vai conhecer os trabalhadores que transformam a cana em pinga e o que fazem para ela chegar até a sua mesa.

Em Família

3,0 135 x
O país está cheio de alambiques familiares e Arthur Veríssimo vai visitar alguns para tentar entender o que acontece quando a cachaça vira negócio de família.
Arquivo