A Arte do Encontro

Novembro 2018

Laura Cardoso

4,0 1 x
Bárbara Paz assume o lugar até então ocupado por Tony Ramos em “A Arte do Encontro”. Primeira convidada, a atriz Laura Cardoso reflete sobre a solidão, a arte, o tempo e as adversidades.

Herson Capri

3,0 2 x
“Tudo vai acabar e se transformar em outra coisa”. O ator Herson Capri reflete sobre a insignificância do ser humano perante o universo e a importância de aproveitar a vida o máximo que puder.

Jacqueline Laurence

3,0 1 x
A atriz Jacqueline Laurence manifesta seu medo de viver de forma solitária e silenciosa e destaca que, apesar de sua falta de fé, procura pensar com leveza sobre o final de sua trajetória.
Outubro 2018

Paulo Figueiredo

3,0 2 x
“O ser humano hoje me dá medo, mas ainda me deixa espaço para esperança”. Amigo de longa data de Tony Ramos, o ator Paulo Figueiredo manifesta o seu receio com a situação atual do mundo.

Tizuka Yamasaki

4,0 9 x
A cineasta Tizuka Yamasaki destaca o Brasil, apesar dos problemas, como espelho para países que recebem imigrantes e enfatiza o papel dos movimentos populacionais para o enfrentamento da intolerância.
Setembro 2018

Milton Gonçalves

4,0 6 x
O encontro de Tony Ramos e Milton Gonçalves rende a releitura de uma das cenas de “Eles Não Usam Black-Tie”, um dos primeiros trabalhos do convidado, no Teatro de Arena (SP), em 1957.
Agosto 2018

Teresa Cristina

3,0 5 x
Tony Ramos encontra Teresa Cristina em meio aos livros. A cantora interpreta a tragédia de William Shakespeare “Romeu e Julieta” e reflete sobre temas como religião, destino e vida.

Julio Bressane

3,0 6 x
“O tempo é tudo. Correu em mim e inconsciente a mim”. O cineasta Julio Bressane divaga sobre sua consciência tardia do tempo e como tudo é transitório, menos a vontade do ser humano.

Aracy Balabanian

3,0 19 x
“A arte existe, pois a vida tem que ser entendida”. A atriz Aracy Balabanian tem conversa emocionante com Tony Ramos sobre questões existenciais e as transformações constantes no mundo.
Fevereiro 2018
22:24

Michel Melamed

3,0 15 x
Bárbara Paz recebe Michel Melamed. O ator fala sobre o amor como a capacidade de se deixar transformar pelo outro e a dúvida como condição da existência. Juntos, leem “Fim de Jogo”, de Samuel Beckett.
Arquivo