Pedro Pelo Mundo

Maio 2018

Tanzânia

4,0 43 x
Pedro Andrade vai à África conhecer um dos países que mais tem crescido no continente: a Tanzânia. Ele visita a capital Dar Es Salaam e o paraíso de Zanzibar, que tem atraído cada vez mais turistas.

Estados Unidos, Nashville

3,0 24 x
Nashville tem atraído muitos jovens americanos por sua economia criativa e muita qualidade de vida. Pedro Andrade confere tanto esse lado novo da cidade quanto sua tradição de berço da música country.

Rússia

3,0 35 x
Pedro Andrade visita Moscou e São Petersburgo, as cidades mais importantes da Rússia, que receberá 1 milhão de visitantes para a Copa do Mundo deste ano.

China, Xangai

4,0 45 x
Pedro Andrade vai à China pela primeira vez. Poucas cidades no mundo têm crescido tanto e tão rápido quanto Xangai. Ele vê de perto como anda o milagre econômico da China.
Março 2018
48:28

Malta

4,3 242 x
Pedro Andrade confere o arquipélago de Malta, no coração do Mar Mediterrâneo, tem cidades medievais, construções pré-históricas e praias paradisíacas.
49:03

Tailândia, Bangkok

4,0 77 x
Pedro Andrade vai à Bangkok, que é uma mistura de palácios e templos como torres altíssimas e outros símbolos de uma grande metrópole mundial – a que mais atrai mais turistas estrangeiros no mundo.
Maio 2017
49:19

Botsuana

3,0 115 x
Pedro visita Botsuana, uma ilha de estabilidade econômica e democracia na África. Ele faz um safári, visita os bushmen do deserto de Kalahari e aprende sobre sua política de conservação ambiental.
48:14

Alemanha

4,7 116 x
Pedro visita a capital da Alemanha, a Terra Prometida de imigrantes da Síria e de outras zonas de conflito, e descobre como Berlim está lidando com a atual crise migratória da Europa.
Abril 2017
47:06

Japão (Okinawa)

4,3 100 x
Pedro visita praias paradisíacas e experimenta a cultura e a gastronomia típicas de Okinawa, o arquipélago tropical japonês que é pouco conhecido de turistas de fora do Japão.
47:22

Japão (Tóquio)

2,0 142 x
Pedro confere a nova aposta do Japão em inovação para sair de uma estagnação econômica que já dura 30 anos e combater os efeitos de seu declínio populacional.
Arquivo